Push Turn Move

  • 60,00 €

VAT/IVA incl.

O novo livro sobre instrumentos musicais eletrónicos.

Conhece os músicos, criadores, fabricantes e respetivos instrumentos e percebe como eles influenciaram o mundo da música eletrónica.

BMPTM01
Stock :
in stock
 

 

 

PUSH TURN MOVE foi escrito pelo dinamarquês Kim Bjørn, autor, leitor e músico de electrónica e editado por Mike Metlay, editor na Recording Magazine e Paul Nagle, colaborador na revista Sound on Sound. O livro celebra a arte e a ciência por trás do design de interface na música electrónica explorando o mundo funcional, artístico, filosófico e estético contido na misteriosa ligação entre intérprete e máquina.

45 entrevistas exclusivas com artistas, criadores e fabricantes:

Incluindo Imogen Heap, Dorit Chrysler, Suzanne Ciani, Richard Devine, DiViNCi, Laura Escudé, Ean Golden, Axel Hartmann, Larry Heard, Roger Linn, Keith McMillen, Moldover, Jordan Rudess, Dave Smith, Tatsuya Takahashi, entre outros, em conjunto com conhecidas marcas tais como a Ableton, Arturia, DJ TechTools, Elektron, Korg, Make Noise, Monome, Moog, Native Instruments, Novation, Propellerhead, Roland, Teenage Engineering e Yamaha.

Conhece as ideias por trás de instrumentos como sintetizadores, caixas de ritmos, sequenciadores, equipamento de DJ e também softwares DAW e aplicações. Explora os princípios do design, elementos de controlo, visualização do som e conceitos tais como grelhas, MPC, multitouch, sistemas modulares e muito mais. PUSH TURN MOVE é o primeiro e único livro a abordar esta temática.

Capítulos gerais e estrutura
- Prefácio pelo pioneiro na música electrónica Jean-Michel Jarre
- Som: Como é visualizado o som através do software e hardware musical?
- Controlo: Como poderás moldar o som através de controlos tangíveis e controlos digitais? Conhece diferentes tipos de comtrolos (potenciómetros, faders, fitas touch, botões, ecrãs, etc.) e respetivas variações e possibilidades.
- Layout: Como organizar uma interface para a criação sonora? Fica com uma ideia dos princípios de design e das técnicas para conceber interfaces de instrumentos e controladores musicais.
- Conceito: Como diferentes fabricantes solucionaram os desafios de visualizar e controlar o som? Vê exemplos de hardware, software, aplicações, software DAW (Digital Audio Workstation), sequenciadores em matriz, sintetizadores modulares, ferramentas colaborativas, interfaces gestuais, etc.
- Utilizador: Como conceber a melhor experiência possível para os músicos? Sabe mais acerca de interface design centrado no utilizador, usabilidade, workflows, etc.
- Tempo: Como chegamos até aqui? Sabe mais acerca da evolução e revoluções nos interfaces da música electrónica - do Theremin e do EMS VCS3 até ao Buchla, o Minimoog, TB303, Yamaha Tenori-On, Monome, Ableton Live e diversos outros exemplares de hard- e software que moldaram a produção de música electrónica ao longo dos tempos.

352 páginas a cores. Capa dura. Dimensões: 24.5 x 24.5 cm. Impresso na Dinamarca, em papel de qualidade com 150g.

Também lhe poderá interessar: